sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

E no Começo Houve Luz

Fevereiro.... Há exatos 5 anos atrás! Era carnaval.... Lembro-me como se fosse agora. Cheguei uma hora antes do horário que marcamos, havíamos marcado em frente a uma floricultura e quando cheguei, logo surgiu em mim uma dúvida. Eu tinha certeza do que aconteceria, não sei explicar exatamente isso, mas sei o que sentia e minha dúvida era: Compro ou não compro uma flor para dar para ela. Uma parte de mim dizia para comprar e surpreender, outra dizia vai com calma. Preferi optar por ir com calma, por mais que eu tivesse a certeza naquele momento, não dependeria só de mim. Lembro do exato momento que te vi, ainda na metade do outro quarteirão... lembro do que senti... lembro da montanha de pensamentos que tomaram conta da minha mente naquele momento, lembro da roupa que vestia, da forma que vinha caminhando... até aquele momento eu estava tentado ler, mas definitivamente quando te vi as palavras já não faziam mais sentido algum. 

Eu passei a fingir que estava lendo, mas estava te observando aproximar, o semáforo para pedestres estava fechado e você parou para esperar. Naquele momento já não sabia de mais nada, na realidade nem queria mais saber. Você estava ali a poucos metros... a poucos passos.... Não sabia se já tinha me visto, a cidade estava cheia. Os carros pararam, a faixa estava liberada e você veio, eu fingindo que estava lendo, tremi por dentro, coração acelerou... enfim, nos olhamos pela primeira vez, estávamos frente a frente. Para mim foi tudo mágico, foi inexplicável aquela manhã, a conversa, o parque, a sua presença e o que estava sentindo. 

5 anos se passaram, muitas coisas aconteceram e hoje, se eu pudesse voltar, tendo a consciência de tudo isso que aconteceu nesses 5 anos e sabendo de onde estaria 5 anos depois daquele dia eu me perguntou: Se pudesse voltar naquele exato dia, eu iria ao encontro? Sabendo como estaria depois de 5 anos? 

Minha resposta é sim, eu iria, do mesmo jeito que fui. 

Foi o que senti, foi o que vivenciei, é o que fiz e faria, mas agora eu te pergunto... você iria?

Jonatas Pierre